Huawei manifesta decepção com restrições de visto nos EUA

A gigante chinesa de tecnologia Huawei expressou na quinta-feira decepção com a decisão dos EUA de impor restrições de visto a alguns de seus funcionários, disse a empresa ao meio de comunicação chinês National Business Daily

A Huawei disse que a medida é “injusta”, acrescentando que seus funcionários são “dedicados à inovação tecnológica”. 

“A Huawei opera independentemente do governo chinês. Somos uma empresa privada de propriedade de funcionários. Estamos desapontados com esta ação injusta e arbitrária para restringir os vistos de nossos funcionários”, acrescentou a empresa.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, mirou na China na quarta-feira, dizendo que os Estados Unidos imporiam restrições de visto a empresas chinesas como a Huawei Technologies, acusadas de facilitar violações de direitos humanos.

Huawei manifesta decepção com restrições de visto nos EUA

Por um longo tempo, o governo Trump pediu a proibição de produtos da Huawei em todo o mundo, especialmente para redes sem fio 5G. 

Em 28 de janeiro deste ano, o governo britânico anunciou que permitiria à Huawei participar da construção de sua rede 5G e que a participação de mercado dos equipamentos da Huawei em redes não essenciais não deve exceder 35%. 

Mas em 14 de julho, a atitude da Grã-Bretanha em relação à Huawei foi revertida. Decidiu parar de usar o equipamento Huawei em sua construção 5G.

Aparecendo diante de repórteres no Jardim da Casa Branca na terça-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que era responsável pela decisão do Reino Unido de proibir a Huawei. 

“Convencemos muitos países- a não usar a Huawei, porque achamos que é um risco à segurança, disse Trump. 

“Conversei com muitos países sobre o uso: se eles querem fazer negócios conosco, não podem usá-lo.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top